Personalidade

A frustração acontece porque esperamos e desejamos que as pessoas façam as coisas como gostaríamos. Sentir como nós, pensar, agir e falar.

Por mais compatíveis que sejam as ideias entre as pessoas, ninguém pensa da mesma forma. Passar um tempinho mais do que o normal com quem acreditamos ter afinidades, vai nos mostrar que: as afinidades acabam no mesmo ponto que começa a personalidade.
É aceitar isso e viver em paz. Agir de acordo com o que achamos correto e ter nossa consciência limpa, perante O Único Todo Poderoso que pode julgar todos, sem erros!

O músico do Metrô da Linha Verde

onca meia cara

Ele me pareceu tão lindo!

Sua pele era clara, seus cabelos eram escuros e cacheados. Ele não era alto, mas também não era baixo. Estava bem vestido e parecia ter saído de uma revista de moda, moda alternativa. Tinha uma expressão calma, tranquila, como quem está de bem com a vida. Certamente, é um cara com uma alma rica.

Fiquei sem graça quando percebi que meu olhar tinha paralisado nele e que eu tinha concluído tudo isso em 8 segundos. Fiquei mais sem graça ainda, quando me dei conta que ele também havia paralisado o olhar em mim. Ele procurou um assento vazio, se sentou e começou a ler.

Então, fiz cara de árvore, ajeitei meu phone e deitei a cabeça na minha mochila, que estava no meu colo.

Cochilei por segundos. Quando abri os olhos, logo olhei para o lugar dele e fiquei triste porque vi o banco vazio. Olhei mais adiante, notei uma leve agitação no vagão… ele estava lá. Tocando violino para aquele público cansado, que estava voltando da faculdade ou do trabalho. O som era lindo, tanto quanto ele. Tirei meu phone do ouvido e fiquei olhando para ele, agora eu podia olhar admirada, feito público. Quando se virou e me viu, sorriu e acenou levemente com a cabeça. Eu sorri de volta, mas já da porta. O meu metrô tinha acabado de chegar na Estação Tamanduateí, era hora descer.

Ode a mim

O melhor de mim é o riso que nasce do abraço
que aperta e conforta o que há em pedaço
O melhor de mim é criança
risonha e contente com fé no que sabe

O melhor de mim é o jeito sujeito
É afeto que cego constrói o momento
O melhor de mim é carinho
Meu ninho
Terno, pleno, sozinho

Porque metade de mim é paixão
É o afago da mão calejada no gesto do não
Metade de mim jaz em pó
É abrigo, é amor e é só

O melhor de mim é verdade
O melhor é viver sem sangrar de saudade
É amar, é cantar, é propor um sorriso
O melhor para mim é ter mãos se unindo
na esperança de ver corações se abrindo

Por Caio Souza

Enquanto o tempo nos permitir

IMG_20140930_170642952

Desejo você.

Desejo tanto, de forma que nem sei dizer.

Só me beije! Não se preocupe com o depois, o resto vai acontecer.

Não sei o que fazer com essa vontade de te prender, de não deixar que você vá mais uma vez para longe de mim.

Sinto seu perfume, seu calor, sua mão quente que segura em meu pescoço, enquanto me perco no seu beijo e me equilibro nos seus braços, porque o toque dos seus lábios me deixa sem reação.

Preciso de você aqui. Preciso que não vá!

Fique! Fique apenas por mais uma hora. Ou talvez, duas.

Deixe que eu adormeça imaginando que você está deitado ao meu lado, que está me abraçando e que não quer ir porque sentirá minha falta. Só porque sentirá minha falta.

Me deixe pensar que me ama, que só vai partir porque é obrigado. Então, vamos ficar aqui juntos, enquanto o seu tempo nos permitir.

Você destruiu o amor

Área da represa no reservatório do rio Jacarei

Você abriu mão do amor.
Deixou que o sorriso mais lindo se transformasse em dor.
Ela era frágil, feliz, linda. Era uma perfeita flor.

Você se aproveitou da beleza, da doçura, dos carinhos e do calor.
E agora? Quem recolherá as pétalas dela? Como nascerá outra rosa, se você plantou rancor?

Ela já te amava, com todos os seus defeitos. Você não precisava ter feito nada. E mesmo assim, você conseguiu destruir esse lindo amor.

Sou falsa

onca meia cara

Sou falsa comigo porque minhas ações não refletem o que eu sinto.

Sou falsa quando não consigo esconder aquilo que meus olhos gritam.
Falsa quando te digo o correto a fazer, mas eu mesma não te sigo.
E quando há o riso? São barragens, comportas de um rio feito de choro.

Sou falsa quando não te digo o quanto está chata hoje.
Falsa quando afirmo compreender tudo, mas no fundo eu queria ver alguma reação no seu comportamento.
E quando me ausento? Faço isso porque você já não é como eu gostaria que fosse.

Sou falsa quando amo o próximo como a mim mesma, no entanto sinto ódio por ele já se amar demais o tempo inteiro.
Falsa quando não demonstro o quanto gosto, o quanto me importo, apenas por medo de receber em troca, o seu ódio.
E quando digo que não quero estar com ninguém, porque na verdade, eu só penso em estar com ele.

Sou falsa quando digo que não devemos julgar os outros, mas meus pensamentos sempre os condenam por suas más ações.
Falsa quando não abro minha boca para não arcar com os destemperos.
E quando oro pra Deus abençoar minha vida, enquanto não a vivo por inteiro.

Sou falsa quando não digo o que sinto, apenas para não ir de encontro com o que pensam.
Falsa porque o que eu não consigo dizer, eu escrevo.

Não sei

Área da represa no reservatório do rio Jacarei

Faz tempo que não escrevo e você sabe o porquê.
Sabe que estou tentando te esquecer, ou me esquecer, aquela pessoa que eu era com você. Sabe também o quanto é difícil pra mim viver sem você, sinto que nada vai dar certo, que sentirei medo de tudo, já que sei que não estará por perto.

Esse inverno foi bem mais frio pra mim. E o que são as férias, sem que eu tenha segurado em suas mãos? Nem sei dizer. Não sei como as coisas acontecerão, como tudo vai ficar daqui pra frente. Sei que você não precisa de mim, sou eu quem preciso de você. De qualquer forma, sinto que preciso de um tempo, até eu decidir que tipo de gente consigo ser. Espero que não se incomode de enquanto isso, continuar a me proteger.

Como dizer

cropped-periquito-australiano.jpg

Como posso te dizer,

Que só penso em você,
Que queria você
E desejo você?

Eu não posso. Aliás, não devo.
Você sempre foi um dos meus cogitados, mas somos totalmente contrários.

Nada disso muda o fato de que estar perto de você, me deixa sem graça.
Nada disso me impede de ficar sem jeito, de secretamente,
Fechar meus olhos para sentir seu cheiro.

Também não me faz esquecer de desviar meu olhar,
Porque eles me denunciam,
Dizem o que não quero falar. Essa coisa que eu precisava gritar.

Todo esse sentimento que eu não aguento mais carregar.