Personalidade

A frustração acontece porque esperamos e desejamos que as pessoas façam as coisas como gostaríamos. Sentir como nós, pensar, agir e falar.

Por mais compatíveis que sejam as ideias entre as pessoas, ninguém pensa da mesma forma. Passar um tempinho mais do que o normal com quem acreditamos ter afinidades, vai nos mostrar que: as afinidades acabam no mesmo ponto que começa a personalidade.
É aceitar isso e viver em paz. Agir de acordo com o que achamos correto e ter nossa consciência limpa, perante O Único Todo Poderoso que pode julgar todos, sem erros!

Enquanto o tempo nos permitir

IMG_20140930_170642952

Desejo você.

Desejo tanto, de forma que nem sei dizer.

Só me beije! Não se preocupe com o depois, o resto vai acontecer.

Não sei o que fazer com essa vontade de te prender, de não deixar que você vá mais uma vez para longe de mim.

Sinto seu perfume, seu calor, sua mão quente que segura em meu pescoço, enquanto me perco no seu beijo e me equilibro nos seus braços, porque o toque dos seus lábios me deixa sem reação.

Preciso de você aqui. Preciso que não vá!

Fique! Fique apenas por mais uma hora. Ou talvez, duas.

Deixe que eu adormeça imaginando que você está deitado ao meu lado, que está me abraçando e que não quer ir porque sentirá minha falta. Só porque sentirá minha falta.

Me deixe pensar que me ama, que só vai partir porque é obrigado. Então, vamos ficar aqui juntos, enquanto o seu tempo nos permitir.

Você destruiu o amor

Área da represa no reservatório do rio Jacarei

Você abriu mão do amor.
Deixou que o sorriso mais lindo se transformasse em dor.
Ela era frágil, feliz, linda. Era uma perfeita flor.

Você se aproveitou da beleza, da doçura, dos carinhos e do calor.
E agora? Quem recolherá as pétalas dela? Como nascerá outra rosa, se você plantou rancor?

Ela já te amava, com todos os seus defeitos. Você não precisava ter feito nada. E mesmo assim, você conseguiu destruir esse lindo amor.

Sou falsa

onca meia cara

Sou falsa comigo porque minhas ações não refletem o que eu sinto.

Sou falsa quando não consigo esconder aquilo que meus olhos gritam.
Falsa quando te digo o correto a fazer, mas eu mesma não te sigo.
E quando há o riso? São barragens, comportas de um rio feito de choro.

Sou falsa quando não te digo o quanto está chata hoje.
Falsa quando afirmo compreender tudo, mas no fundo eu queria ver alguma reação no seu comportamento.
E quando me ausento? Faço isso porque você já não é como eu gostaria que fosse.

Sou falsa quando amo o próximo como a mim mesma, no entanto sinto ódio por ele já se amar demais o tempo inteiro.
Falsa quando não demonstro o quanto gosto, o quanto me importo, apenas por medo de receber em troca, o seu ódio.
E quando digo que não quero estar com ninguém, porque na verdade, eu só penso em estar com ele.

Sou falsa quando digo que não devemos julgar os outros, mas meus pensamentos sempre os condenam por suas más ações.
Falsa quando não abro minha boca para não arcar com os destemperos.
E quando oro pra Deus abençoar minha vida, enquanto não a vivo por inteiro.

Sou falsa quando não digo o que sinto, apenas para não ir de encontro com o que pensam.
Falsa porque o que eu não consigo dizer, eu escrevo.

Não sei

Área da represa no reservatório do rio Jacarei

Faz tempo que não escrevo e você sabe o porquê.
Sabe que estou tentando te esquecer, ou me esquecer, aquela pessoa que eu era com você. Sabe também o quanto é difícil pra mim viver sem você, sinto que nada vai dar certo, que sentirei medo de tudo, já que sei que não estará por perto.

Esse inverno foi bem mais frio pra mim. E o que são as férias, sem que eu tenha segurado em suas mãos? Nem sei dizer. Não sei como as coisas acontecerão, como tudo vai ficar daqui pra frente. Sei que você não precisa de mim, sou eu quem preciso de você. De qualquer forma, sinto que preciso de um tempo, até eu decidir que tipo de gente consigo ser. Espero que não se incomode de enquanto isso, continuar a me proteger.

Como dizer

cropped-periquito-australiano.jpg

Como posso te dizer,

Que só penso em você,
Que queria você
E desejo você?

Eu não posso. Aliás, não devo.
Você sempre foi um dos meus cogitados, mas somos totalmente contrários.

Nada disso muda o fato de que estar perto de você, me deixa sem graça.
Nada disso me impede de ficar sem jeito, de secretamente,
Fechar meus olhos para sentir seu cheiro.

Também não me faz esquecer de desviar meu olhar,
Porque eles me denunciam,
Dizem o que não quero falar. Essa coisa que eu precisava gritar.

Todo esse sentimento que eu não aguento mais carregar.

Padres

cropped-represa-seca1.jpg

Quando eu nasci meus pais me batizaram na religião católica, e de quebra, acrescentaram Aparecida no meu nome. Eu sofri muita zoação por causa desse nome, só por isso, detesto ele e o acho desnecessário. Ao que eu sei, naquele tempo eles não seguiam de perto a religião, então essa dedicação foi mais por tradição do que por qualquer outro motivo.

Alguns anos depois meu pai se tornou cristão, e eu logo de cara me identifiquei com a crença, aprendi tudo sobre todos os assuntos bíblicos, cresci e me formei adulta aplicando todos eles na minha vida. Por isso, eu não conheço a fundo a religião católica, mas eu respeito todas as religiões porque sei que todas são importantes para seus crentes assim como a minha é para mim.

Eu apenas nunca entendi a questão do celibato. Penso que se Deus criou homem e mulher, e um para completar o outro, por que Ele exigiria que um ficasse distante do outro para que estes pudessem lhe servir melhor? Não faz sentido.

Desde que eu sigo o padre Fabio de Melo, nas redes sociais, admiro muito a personalidade dele. Não tenho dúvidas de que ele seria um ótimo pai e um maravilhoso marido. Isso nunca saberemos porque, infelizmente, ele não está na lista de solteiros disponíveis para relacionamentos. Imagina se ele tivesse um perfil no Tinder!

O que me fez refletir nisso mais a fundo, foi eu ter conhecido um padre pessoalmente, em uma reunião de negócios na qual estive presente, ajudando na organização. Nessa reunião, esse padre falou tão lindamente, pensei que se tivesse uma esposa, ela estaria orgulhosa, e seus filhos, caso tivesse, estariam mais orgulhosos ainda. Ele também estaria mais feliz se fosse casado. Não que uma pessoa não casada, seja triste. Eu por exemplo sou feliz. Mas, uma coisa é eu não querer, outra coisa é eu não me permitir pensar nisso por achar que seria errado. Isso é, se é que eles acham que casar é errado. Não sei. Só não faz sentido para mim. Acho que é muita maldade. É tentar ir contra o que é natural. É, em nome de Deus, ir contra o que foi instituído por Deus.

Faculdade

Em 2014 eu estava prestes a começar a maior empreitada da minha vida. Infelizmente, a graduação não é muito comum dentre as pessoas em minha volta, então todos pensaram que se tratava de má ambição, de querer buscar riquezas (como se a faculdade pudesse tornar alguém rico). É engraçado porque eu nunca fui de fazer algo pensando em ter um retorno X ou Y, o que é um erro, mas enfim. Para mim, além de carreira, a faculdade é autoconhecimento, autorresistência, é desenvolvimento, realização e satisfação. Lutar para ver resultados, seus próprios resultados.

Agora estou cursando o quinto semestre, ainda faltam dois anos, mas dois anos “já” se passaram. Daqui para o final fica mais difícil, com aulas até aos sábados de manhã, mas o mais importante é que esse período de quatro anos realmente dure apenas quatro anos. Quero dizer, vejo colegas fazendo vários planos paralelos com a faculdade e enquanto isso a próprio curso vai ficando de lado, vão se acumulando matérias, conteúdos, e a turma vai andando enquanto essas pessoas vão ficando para trás. Pensando nisso, até que ponto é interessante realizar outros feitos e atrasar esse período desgastante que é a graduação? Que vantagem eu levo por conseguir realizar várias coisas mal feitas e perder o proveito que eu poderia tirar da faculdade?

Até hoje, eu nunca peguei DP, nunca passei por exame, e principalmente, nunca colei. Não posso me vangloriar disso porque entendo que há pessoas que mesmo se esforçando e dando o seu máximo, não conseguem alcançar esses mesmos objetivos. E outra, tenho muita coisa pela frente ainda. Com o cansaço cada vez maior, questões da vida cada vez mais profundas e a ansiedade que vai só aumentando, é difícil garantir que vou conseguir aliar tudo isso a um bom desempenho no curso. De qualquer forma, penso que se entramos no jogo, tem que ser para tentar ganhar e sem enganar a nós mesmos.

Nesses dois anos fiz bons amigos, estamos mais cansados, mais velhos, mais experientes e mais unidos. Conheci personalidades incríveis, dentre eles professores e profissionais da minha área, pessoas criativas, honestas, sinceras, trabalhadoras, sonhadoras, gente do bem. Outros amigos e familiares que não fazem parte desta rotina, acabam ficando de lado, muitas vezes o trabalho e até o namorado.

O importante, é que embora faltem dois anos, dois anos já se passaram.